HGF realiza mostra de experiências em psicologia hospitalar

29 de junho de 2022 - 16:53

Assessoria de Comunicação do HGF
Texto/Fotos: Felipe Martins
Arte gráfica:  Herbert Nunes

Dos 58 estagiários em psicologia que atuam no Hospital Geral de Fortaleza, 34 participaram da mostra, com apresentação de 18 trabalhos. 

“Nosso propósito é garantir a esses futuros profissionais um espaço de reflexão da atuação do psicólogo no campo hospitalar”, enfatizou a coordenadora do serviço de Psicologia do Hospital Geral de Fortaleza (HGF), equipamento da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), Carla Simões, durante a abertura da II Mostra Prática de Estágios em Psicologia Hospitalar. O evento, que reuniu apresentações de trabalhos científicos de estagiários da unidade administrada pela Fundação Regional de Saúde (Funsaúde), ocorreu no auditório principal do HGF, na última terça-feira (28).

Com o tema Desafios e potencialidades contemporâneas, a segunda edição da mostra vem como resposta ao sucesso da primeira, realizada no semestre passado. “A gente percebeu que apresentar essas experiências e esses resultados dos trabalhos realizados no hospital torna o espaço muito mais fértil para o crescimento e a valorização do nosso serviço”, pontuou Simões.

Dos 58 estagiários da área, 34 participaram da mostra, com apresentação de 18 trabalhos. A ideia, garante a coordenadora, é que o evento passe a ser uma exigência do serviço de Psicologia aos profissionais em formação. “É uma devolutiva técnico-científica que eles podem oferecer por meio desse percurso de aprendizado no Sistema Único de Saúde (SUS)”, destacou.

Desafios da integração ensino-pesquisa

Convidado da mostra, o pediatra e professor Henrique Sá destacou a importância da formação profissional humanizada

O evento contou também com a palestra Desafios da integração ensino-pesquisa: importância dos hospitais na formação para o SUS, do pediatra e professor Henrique Sá. Na ocasião, o médico destacou a importância da formação profissional humanizada, que busca enxergar as individualidades do paciente. “É necessário ressignificar a rede de cuidados para incluir cada vez mais o aspecto humano do cuidado associado ao melhor recurso, às melhores condições tecnológicas e ao maior grau de expertise dos profissionais. Em todos esses aspectos, o HGF é privilegiado”, enfatizou.

Estagiária do serviço de Psicologia, Camile Studart (ao centro) apresentou o trabalho ‘A atuação psicológica em uma unidade de cuidados especiais: relato de experiência’

Para Camile Studart, estudante do 9º semestre do curso de Psicologia na Unidade de Fortaleza (Unifor) e estagiária do HGF, a mostra traz não apenas uma ampliação da percepção profissional sobre o contexto hospitalar, mas o “desejo de contribuir de forma mais efetiva para o sistema de saúde”. “É um evento que possibilita a construção de novos vínculos, saberes, práticas e percepções sobre a prática da psicologia hospitalar. Isso é fundamental na minha construção enquanto profissional de saúde”, pontuou.