HGF é selecionado para projeto nacional que busca reduzir complicações durante internação

11 de maio de 2022 - 15:12 # # # # # #

Assessoria de Comunicação do HGF | Texto e foto: Felipe Martins


HGF é um dos 30 hospitais do Nordeste a integrar o projeto; Hospitais de Messejana e São José, também da Rede Sesa, estão entre os selecionados

O Hospital Geral de Fortaleza (HGF), unidade da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), é um dos selecionados para participar do segundo ciclo do projeto Qualificação Hospitalar. Realizada pelo Hospital do Coração (HCor), por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proadi-SUS), a iniciativa tem como objetivo identificar, de forma precoce, complicações que podem levar pacientes a paradas cardiorrespiratórias (PCR) fora de unidades críticas.

“A gente entende que uma parada cardiorrespiratória em um paciente fora de uma unidade crítica, seja ela uma sala de emergência, um centro cirúrgico ou uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva), é algo que pode ser evitado com a identificação precoce da deterioração clínica“, afirma a enfermeira e especialista do HCor Ana Tucunduva.

A ideia do projeto, explica a profissional, é reforçar dentro da unidade o uso da escala NEWS, um protocolo de alerta de deterioração clínica para orientar a equipe sobre a necessidade de monitoramento do paciente e o procedimento correto a ser realizado em caso de PCR.

Com início neste mês de maio, o projeto tem previsão de término para dezembro de 2023. A meta do grupo de trabalho é aumentar a adesão ao protocolo em, no mínimo, 30% até o fim do período e reduzir os eventos de PCR em pelo menos 50%. “Nossa proposta é também mudar a cultura da instituição, estabelecendo processos que se integrem à rotina independentemente dos profissionais que entrem ou saiam”, enfatiza Tucunduva.

Segurança do paciente

A coordenadora do Núcleo de Segurança do Paciente e Qualidade Hospitalar (NSQPH) do HGF, Araguacy Rebouças, comemora a parceria. “São projetos como esse que procuramos nos engajar ao máximo porque fortalecem as ações de segurança do paciente entre os profissionais, trazendo grandes melhorias para o serviço”, ressalta.

Desde 2019, o HGF vem participando ativamente de atividades de melhoria de processos e capacitação profissional capitaneados por instituições parceiras do Proadi-SUS, como o Lean nas Emergências e o Lean Transformação.

Para o diretor-geral do HGF, Daniel de Holanda Araújo, a chegada deste projeto vem somar a expertise do HCor às ações de valorização da qualidade e da segurança do paciente que vêm sendo priorizadas pela gestão nos últimos três anos. “Do paciente ao profissional, todo mundo ganha com essas parcerias. Espero que seja o mais produtiva possível”, pontua.

Além do HGF, mais 30 hospitais do Nordeste foram selecionados para integrar os dois ciclos do projeto Qualificação Hospitalar. No Ceará, também participam os hospitais de Messejana Dr. Carlos Alberto Studart Gomes (HM) e São José (HSJ), ambos da Rede Sesa.