Funsaúde recebe curso de prevenção e combate a princípio de incêndio

5 de abril de 2022 - 15:20 # # # # #

Brigadistas receberam treinamento do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará



Trabalhadores da Fundação Regional de Saúde (Funsaúde Ceará) participaram de capacitação para a formação da Brigada de Incêndio da instituição. O treinamento contemplou dez profissionais e foi ministrado pelo Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE) por meio do Centro de Treinamento e Desenvolvimento Humano (CTDH).

O objetivo da brigada de incêndio é criar um time de resposta rápida em relação a princípio de incêndio e em relação a primeiros socorros”, é o que explica o sub-tenente Haroldo Lima, um dos facilitadores do CBMCE.  A formação traz conceitos fundamentais sobre fogo, incêndio e suas consequências e soluções para minimizar o risco e as decorrências de um eventual incêndio, além de orientação para o uso correto de equipamentos como extintores, mangueiras e hidrantes. Foram ministradas também noções de emergência pré-hospitalar.

Elisângela Barros, enfermeira da Coordenação de Educação Permanente da Funsaúde, foi uma das participantes do curso e destaca o papel de cidadania que o treinamento traz. “Participar do curso de brigadista foi muito agregador para minha vida profissional, no exercício da minha função como educadora, cidadã e, principalmente, pela minha formação de Enfermeira com o compromisso na preservação de vidas”, disse.

Ao todo, foram  20 horas/aula divididas em conteúdos práticos e teóricos. “Eu costumo dizer que na grande maioria das vezes esses conhecimentos adquiridos no curso de formação de brigada de incêndio vão servir mais no cotidiano dos brigadistas do que propriamente na instituição porque ele vai fazer a diferença, ser o limiar entre a vida e  a morte”, ressalta Haroldo Lima. Ministraram também a formação o  major Moises Gonçalves Rodrigues, coordenador do curso de brigada de incêndio do Corpo de Bombeiros e o tenente Marcos Pereira.

Bruno Solon, coordenador de Saúde e Segurança do Trabalho da Funsaúde, reforça que a Brigada de Incêndio tem como dever preservar a vida e os bens materiais de uma instituição, mas esta é apenas uma das inúmeras normas e legislações a serem cumpridas. “A segurança do trabalho tem por finalidade orientar e fazer cumprir as normas, mas vale ressaltar que sem o apoio do colaborador isso não é possível. Devemos encarar a segurança do trabalho como parceira pois é ela que no momento do acidente ou sinistro irá atender ao socorro sem medir esforços”, afirma.


Conheça os tipos de extintor

Para cada situação de incêndio e material em chamas, existe um tipo de extintor. É importante ter conhecimento dessas informações para manipular os equipamentos da forma correta

Extintor com água pressurizada: indicado para incêndios de classe A (madeira, papel, tecido e materiais sólidos em geral). A água age por resfriamento e abafamento, dependendo da maneira como é aplicada.

Extintor com pó químico seco: indicado para incêndio de classe B (líquidos inflamáveis). Age por abafamento. Pode ser usado também em incêndios de classes A e C.

Extintor com gás carbônico: indicado para incêndios de classe C (equipamento elétrico energizado), por não ser condutor de eletricidade. Pode ser usado também em incêndios de classes A e B.

Extintor com pó químico especial: indicado para incêndios de classe D (metais inflamáveis). Age por abafamento.


Como solicitar um treinamento?

As instituições públicas interessadas no treinamento de Brigada de Incêndio devem enviar um ofício ao Comandante-Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE), solicitando o treinamento de Brigada de Incêndio.